Sobre a Clínica

O Fertilitat é um centro de medicina reprodutiva pioneiro que, desde a década de 90, une inovação científica, sensibilidade e ética na realização do sonho de milhares de casais. A clínica, liderada pelos médicos Alvaro Petracco e Mariangela Badalotti, tem como objetivo prestar um serviço qualificado e alinhado com as mais avançadas tecnologias da área da reprodução humana.
 
Atuando com ética e seriedade, o centro dedica-se à investigação e ao tratamento da infertilidade conjugal, bem como à preservação da fertilidade. A cada casal que o procura, o Fertilitat oferece uma acolhida carinhosa, dedicação individual, os melhores tratamentos e todo o apoio emocional necessário. Para isso, conta com o empenho de uma equipe de especialistas, muitos deles professores renomados e com vasta produção na área da pesquisa científica. Soma-se a isso um laboratório moderno, equipamentos de alta tecnologia e as técnicas mais atuais e confiáveis, muitas vezes trazidas ao Brasil em primeira mão pelo Fertilitat.
 
Para manter-se sempre à frente nas descobertas da medicina, o centro mantém um programa de intercâmbio científico com várias instituições nacionais e internacionais. Esse trabalho, conduzido de forma eminentemente científica, culminou na elaboração de um grande número de trabalhos e pesquisas de referência, publicados e apresentados em congressos nacionais e internacionais.
 
Inaugurado efetivamente em 1991, o Fertilitat teve sua trajetória iniciada em 1987, quando era ainda um Grupo de Fertilização Assistida. Foi resultado do trabalho desse grupo o nascimento do primeiro bebê de reprodução assistida do Rio Grande do Sul, em 1989. Álvaro Luís Santos – cujo nome é uma homenagem ao diretor do Fertilitat, Alvaro Petracco.
 
No início da década de 90, nasceram, através do trabalho do Fertilitat, os primeiros gêmeos de fertilização in vitro do Rio Grande do Sul. Quatro anos depois, a clínica foi responsável pelo primeiro relato de gravidez com uso de espermatozoide retirado do epidídimo da América Latina. Desde 1997, o centro conta com certificado de acreditação da Red Latinoamericana de Reproducción Asistida.
 
Fertilitat é responsável, ainda, pelo primeiro nascimento através de congelamento de óvulos por técnica lenta do Brasil, em 2002. A tecnologia e o conhecimento de ponta sempre foram a base do trabalho da Clínica, postura a qual se deve muito de seu pioneirismo. O novo laboratório de reprodução assistida do Fertilitat, inaugurado em 2007, foi um dos primeiros do Brasil totalmente adequado às normas da Anvisa.
 
Em 2009, a clínica foi premiada pela ADVB, na categoria Responsabilidade Social, pela criação do Instituto Assistireh, uma instituição não-governamental criada em 2006 com o objetivo de facilitar o acesso às técnicas de reprodução assistida a casais que, em plenas condições de criar um filho, não podem pagar pelo tratamento. Em 2010, o projeto recebeu o prêmio Top Cidadania da ABRH.
 
Ao todo, mais de 4 mil bebês já vieram ao mundo através do trabalho do Fertilitat. A equipe é formada por profissionais altamente capacitados, alinhados com as mais modernas práticas de reprodução assistida em nível mundial. A atualização científica é uma das características da clínica – seus integrantes investem constantemente em pesquisas na área, são autores de artigos de referência e participam dos principais congressos da especialidade.

Equipe

Alvaro Petracco
Alvaro Petracco

Diretor

Mariangela Badalotti
Mariangela Badalotti

Diretora

Cláudio Telöken
Cláudio Telöken

Urologista

João Michelon
João Michelon

Ginecologista

Ricardo Azambuja
Ricardo Azambuja

Embriologista

Fernando Badalotti
Fernando Badalotti

Ginecologista

Débora Farinati
Débora Farinati

Psicanalista

Maria Teresa Sanseverino
Maria Teresa Sanseverino

Geneticista

Rafaella Gehm Petracco
Rafaella Gehm Petracco

Ginecologista

Lilian Okada
Lilian Okada

Embriologista

Adriana Arent
Adriana Arent

Ginecologista

Alice Tagliani Ribeiro
Alice Tagliani Ribeiro

Embriologista

David Timm Kvitko
David Timm Kvitko

Embriologista

Letícia Auler Proença
Letícia Auler Proença

Embriologista

Ana Luiza Berwanger
Ana Luiza Berwanger

Ginecologista

Shana Wander Flach
Shana Wander Flach

Embriologista

Unidades

  • 01 Ferti Andro

    Unidade focada na investigação e no tratamento da infertilidade masculina. A infertilidade por fator masculino está presente em até 50% dos casais inférteis de forma isolada ou associada a fatores femininos. O Fertilitat conta com unidade de excelência, com tecnologia de ponta e profissionais altamente qualificados para tratar estas alterações.

  • 02 Ferti Crio

    A criopreservação permite armazenar material biológico, incluindo óvulos, espermatozoides, embriões e tecidos ovariano e testicular, para serem utilizados futuramente, sem que percam suas propriedades. É uma técnica segura, e o material armazenado não tem prazo de validade, podendo ser utilizado muito tempo após a criopreservação.

  • 03 Ferti Ciência

    Seguindo a evolução da ciência e o pioneirismo sempre marcante na trajetória do Fertilitat, a clínica desenvolve importantes pesquisas e produção científica em diversos segmentos da reprodução assistida.

  • 04 Ferti Endo

    A endometriose afeta 10% das mulheres em idade reprodutiva, e de 30 a 50% delas terão dificuldade de conceber. Por este motivo, o Fertilitat criou esta unidade específica para tratar dessa importante doença.

  • 05 Ferti Fiv

    A fertilização in vitro é uma técnica de reprodução assistida em que a fertilização ocorre em laboratório. A inseminação do óvulo pode ser feita com a colocação de um grande número de espermatozoides (50 a 100 mil) em torno do óvulo, ou pela introdução de um único espermatozoide no interior do óvulo - técnica conhecida como ICSI.

  • 06 Ferti Scope

    A unidade trabalha com técnicas endoscópicas utilizadas no diagnóstico e no tratamento da infertilidade, como a videolaparoscopia e a vídeohisteroscopia, que possibilitam procedimentos cirúrgicos minimamente invasivos.

  • 07 Ferti Gen

    O acompanhamento genético reprodutivo contribui para oportunizar escolhas mais adequadas a casais com risco aumentado de anormalidades para a prole. O diagnóstico pré-implantacional executado pela equipe do Fertilitat consiste na identificação de anormalidades genéticas de embriões antes de sua transferência para o útero, ou seja, antes do estabelecimento da gravidez.

  • 08 Ferti Anco

    A realização do sonho de ter filhos pode ser uma realidade até mesmo para pacientes oncológicos, cujo tratamento leva à perda da função gonadal (dos ovários ou dos testículos). Por meio do congelamento de óvulos ou espermatozoides, este sonho pode tornar-se realidade após o tratamento contra o câncer. Oncofertilidade é o termo que tem sido utilizado para designar as ações de preservação de fertilidade em pacientes oncológicos.

  • 09 Ferti Psico

    A infertilidade é um acontecimento que, na maioria das vezes, gera um profundo sofrimento. Por este motivo, o apoio emocional é parte integrante do tratamento de infertilidade, sendo direcionado a todos os casais em atendimento no Fertilitat, objetivando proporcionar segurança e equilíbrio emocional nas diferentes etapas do processo de reprodução assistida.

  • 10 Feti Sperm

    Além do espermograma, que é o estudo qualitativo e quantitativo dos espermatozoides, esta unidade se dedica também às avaliações complementares de investigação do fator masculino. Além disso, o Ferti Sperm é responsável pelo preparo do sêmen que será utilizado nos processos de inseminação artificial ou para a fertilização in vitro.

Linha do Tempo

1987

Criação do laboratório de reprodução assistida

1989

Nascimento do primeiro bebê de reprodução assistida do RS

1989

Álvaro Santos, filho de Iara e João Luis nasceu no dia 23 de fevereiro de 1989.

Álvaro Santos, filho de Iara e João Luis nasceu no dia 23 de fevereiro de 1989.

1990

Nascimento dos primeiros bebês gêmeos de fertilização invitro do RS

1991

Inauguração do Fertilitat

1994

Primeira gravidez por espermatozoide extraído do epidídimo da América Latina, fruto do trabalho do urologista Cláudio Telöken

Primeira gravidez por espermatozoide extraído do epidídimo da América Latina, fruto do trabalho do urologista Cláudio Telöken

1996

Primeiro nascimento através de espermatozoide extraído do testículo

1997

Acreditação pela Red Latinoamericana de Reproducción Asistida

2002

Nascimento do primeiro bebê de congelamento de óvulos, por técnica lenta, do Brasil, fruto do trabalho do diretor do Fertilitat, Álvaro Petracco

Nascimento do primeiro bebê de congelamento de óvulos, por técnica lenta, do Brasil, fruto do trabalho do diretor do Fertilitat, Álvaro Petracco

2002

Ana Clara é filha de Janete e Romeu Forneck. Na foto, ela está nos braços do embriologista Fertilitat, Ricardo Azambuja.

2006

Criação do instituto Assistireh, braço social do Fertilitat

Criação do instituto Assistireh, braço social do Fertilitat

2007

Inauguração do novo laboratório de reprodução assistida, um dos primeiros do Brasil, totalmente adequado às novas normas da ANVISA

Inauguração do novo laboratório de reprodução assistida, um dos primeiros do Brasil, totalmente adequado às novas normas da ANVISA

2009

Fertilitat recebe o prêmio de responsabilidade social ADVB

Fertilitat recebe o prêmio de responsabilidade social ADVB

2010

Fertilitat recebe o Prêmio Top Cidadania da ABRH, por sua atuação social junto ao instituto Assistireh

Fertilitat recebe o Prêmio Top Cidadania da ABRH, por sua atuação social junto ao instituto Assistireh

Certificados &

Premiações

Responsabilidade

Social

Entre 2007 e 2016, o Fertilitat apoiou o Instituto Assistireh, organização não-governamental voltada à saúde reprodutiva e ao planejamento familiar. A instituição teve como objetivo auxiliar os casais inférteis com desejo e condições emocionais de criar um filho, mas que não podiam arcar com os custos de um tratamento. 
 
A organização atuou por nove anos e foi reconhecida com dois prêmios. O Top de Marketing ADVB/RS, em 2009, e o Top Cidadania da ABRH-RS, em 2010.

Instalações e

Equipamentos