Novidades


07.06.2017

O que fazer para aumentar a produção de leite?

Praticamente todas as mães recentes passam por algum período em que questionam se estão produzindo leite suficiente para seus bebês. 
Isso acontece principalmente no comecinho, quando ela e o bebê estão se adaptando ao processo do aleitamento. 
 
Se você não estiver produzindo leite para dar conta da demanda do bebê, tente as seguintes técnicas:
 
Alguns medicamentos têm como efeito colateral a elevação dos níveis de prolactina no sangue, o hormônio responsável pela produção de leite logo após o parto. Mas esses remédios também podem ter efeitos negativos. Os médicos às vezes prescrevem alguns deles para tentar aumentar a produção de leite. Só tome esses medicamentos por orientação médica, pois nem sempre eles são adequados ao seu caso, e não deixe de tentar as outras estratégias. 
 
O uso desse tipo de medicamento para aumentar a produção de leite não é "oficial", ou seja, não vai estar especificado na bula. Esse é mais um motivo para você jamais se automedicar. Só o médico sabe se você pode ou não tomar o medicamento. 
 
Nas primeiras semanas, talvez você precise acordar seu filho para que ele mame com mais frequência. Isso vai estimular seus seios a produzir mais leite. 
Se você estiver com dificuldade de acordá-lo, ou se ele não estiver mamando bem, você pode ordenhar o colostro ou o leite e dar a ele por outra via (usando um copinho, uma colher ou a mamadeira). A ordenha estimulará suas mamas a produzir mais leite, e seu bebê receberá os nutrientes de que precisa. 
 
Depois dessa fase inicial, o bebê já deve ficar mais tempo acordado, e não deve ser mais tão difícil mantê-lo interessado na mamada. Se seu filho continuar precisando de estímulo para mamar depois do fim do primeiro mês, há duas possibilidades: ou ele não está pegando o seio direito ou está com algum problema. Em ambos os casos, o melhor a fazer é conversar com o pediatra. 
 
Certos problemas de saúde também podem interferir na produção de leite:
Procure baixar a ansiedade se não houver motivo físico para comprometer a amamentação. Não é tão complicado perceber se o bebê está obtendo a quantidade adequada de leite. O ganho de peso é a melhor maneira de ter certeza de que o leite é suficiente. 
 
Nos primeiros dias depois do nascimento, os bebês perdem entre 5 e 10 por cento do peso com que nasceram. Mas, após esse período, eles começam a engordar. Ao fim da primeira semana, já dá para saber se o bebê está ganhando peso da forma como deveria. 
 
Se você responder "sim" às perguntas abaixo, seu filho provavelmente está mamando bem, com o volume adequado de leite, portanto não há motivo de preocupação: 
Até o primeiro mês de vida, muitos bebês fazem até três cocôs por dia. Mas, depois disso, a frequência cai, com algumas crianças chegando a ficar um ou dois dias sem fazer cocô. 
 
Se você acha que não está produzindo tanto leite quanto deveria, capriche na pega do bebê no seio. Procure a ajuda de um especialista em lactação para aprender a posicionar direitinho a criança na mama. Você pode conseguir esse tipo de orientação com o obstetra, o pediatra ou por telefone com a maternidade em que deu à luz. Bancos de leite também contam com profissionais especializados em auxiliar mães para que a amamentação dê certo. 
 
Fonte: Brasil.BabyCenter